Não é mais tão novidade que os drones estão sendo utilizados para as mais diversas ações. Já foi o tempo em que ele funcionava apenas para tirar foto ou gravar vídeos. Hoje em dia, o drone é bem mais ativo, inteligente e profissional.

Uma de suas aplicações mais requisitadas é na segurança. Seja na segurança do trabalho ou na segurança patrimonial, os drones estão se mostrando bem eficazes e vantajosos para os negócios dessas empresas.

Neste texto, falaremos sobre a questão da segurança patrimonial com drones. Quais são seus benefícios? Como ela funciona? Que câmeras utiliza? Leia até o final para descobrir tudo isso!

 

Como funciona a indústria da segurança do drone?

A segurança é uma área muito ampla, pois engloba uma gama de setores empresariais que vão desde condomínios pequenos até corporações industriais.

Todos os tipos de negócio precisam de métodos confiáveis e seguros para vigiá-los o tempo que for necessário.

Graças às vantagens práticas e ao custo-benefício, os drones estão se mostrando como grandes opções de segurança. Não é à toa que essa aplicação já está sendo chamada de “indústria de segurança do drone”.

Os times de segurança das empresas ficam mais eficientes ao utilizarem os drones para proteger e vigiar as propriedades empresariais, um campus de universidade ou até mesmo a área extensa de uma residência de porte grande.

As operações industriais estão sempre sofrendo com ameaças contínuas relacionadas à segurança e para detê-las é necessário que decisões sejam tomadas em tempo real e de forma eficiente, com a mínima possibilidade de erro.

Os veículos aéreos não tripulados proporcionam uma forma rápida de visualizar a área em tempo real.

Dessa forma, é possível identificar perigos, fornecer informações, gerar alertas e permitir que o time de segurança consiga agir com mais precisão e menos riscos.

As ações de segurança ficam mais funcionais, pois são automatizadas pelos drones, os quais também proporcionam controle geral das configurações de todos os aspectos, como a velocidade, o número de vídeos ou fotos, a altura, o tempo do voo, entre outros pontos.

Ao capturar os dados aéreos, o drone é capaz de entregá-los diretamente à central responsável por monitorar os equipamentos.

Isso faz com que a equipe possa pensar em soluções eficazes, seguras e bem mais exatas, o que além de resolver o problema, também proporciona mais segurança aos envolvidos.

O patrulhamento também fica muito mais seguro, assim como o tempo gasto com logística também é reduzido, pois os procedimentos ganham uma dimensão mais otimizada e efetiva.

Tudo isso diminui os custos relacionados aos equipamentos tradicionais, à mão-de-obra, ao transporte e a outras questões. Além disso, você eleva o nome de sua empresa, já que está utilizando tecnologia de primeiro mundo.

Quais são as câmeras utilizadas para a segurança patrimonial com drone?

Existem dois tipos de câmeras especiais utilizadas nos drones para segurança patrimonial. Veja quais são:

  • Câmera térmica: as câmeras térmicas são capazes de revelar detalhes que parecem invisíveis a olho nu. Além disso, elas mostram bem a diferença de temperatura entre objetos parados e seres vivos, algo que pode ser difícil de identificar no escuro. Aliás, elas são ideais para a segurança noturna. Quer saber mais sobre câmeras térmicas? Veja AQUI.
  • Câmera com zoom especial: as câmeras que possuem um zoom óptico podem fornecer uma ampliação total de 180x! Com isso, elas são capazes de monitorar uma distância de até 2 km, o que é algo inovador e importante para o time de segurança ter mais controle sobre a situação.

Viu como investir em segurança patrimonial com drones pode reduzir custos e beneficiar o seu negócio? Não fique para trás!