Os veículos aéreos não tripulados, também conhecidos como drones, trouxeram muita inovação para determinados serviços.

Esses equipamentos estão substituindo a mão de obra humana principalmente em tarefas que envolvem muitos riscos à segurança, como aquelas em alturas.

Tal é o caso de inspeções que precisam ser realizadas em fachadas de prédios.

Com a utilização de drones, pode-se chegar analisar a estrutura de prédios com precisão, agilidade e rapidez, tal qual já foi visto no artigo sobre o uso do BIM na construção civil, como os drones podem ajudar na hora da construção.

Para falar sobre mais detalhes desse tipo de procedimento, preparamos esse conteúdo. Esperamos que você aproveite!

 

A importância das inspeções de fachadas

 

Esse tipo de procedimento é de suma importância para que se possa prevenir problemas mais graves nas estruturas dos prédios.

Uma parte fundamental dos edifícios é a fachada. Além de ser fundamental para estética da construção, também protege a estrutura da ação de agentes agressivos.

Em outras palavras, podemos dizer que o revestimento da fachada é fundamental para a conservação do edifício como um todo.

Por isso, a inspeção de fachadas deve ser realizada com a periodicidade necessária, a fim de evitar maiores desgastes no futuro.

Com esse tipo de ação, pode-se reparar eventuais fissuras em paredes ou, ainda, revestimentos cerâmicos com falhas causadas por intempéries.

O procedimento também está previsto nas regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Nesse documento, recomenda-se a realização de inspeções nas fachadas de prédios a cada três anos, no mínimo.

Em muitos casos, descuidar desse aspecto pode implicar uma série de incômodos aos moradores.

Entre eles podemos listar a ocorrência de mofos, infiltrações, paredes “descascadas” e mobiliário danificado.

Além disso, fachadas que passam muito tempo sem ser pintadas, lavadas ou que não sofrem nenhum tipo de intervenção há muito tempo passam a impressão de desleixo.

Se o prédio estiver com apartamentos disponíveis para o aluguel, isso pode impactar em dificuldades para conseguir inquilinos.

Para que as inspeções sejam realizadas da maneira correta, é importante que se faça uma análise criteriosa das patologias que acometem a estrutura predial.

 

Utilizando drones…

 

Antes de qualquer coisa, é importante salientar que alguns procedimentos devem ser adotados antes de se realizar esse tipo de inspeção, em especial se ela for realizada em condomínios.

Nessa circunstância, é necessário que o síndico solicite a inspeção. O administrador deve se responsabilizar pela contratação dos profissionais habilitados.

Somente após isso, a inspeção será realizada. Pode-se, então, utilizar os drones.

Esses equipamentos são, nos dias atuais, largamente utilizados em inspeções de diversas estruturas.

Na maioria das vezes, quando empregados com essa finalidade, os drones são equipados com câmeras de alta resolução.

Por meio delas é possível conseguir imagens de altíssima qualidade, com a aplicação de zoom para melhor visualização de detalhes.

Assim, pode-se identificar a existência de fissuras, rachaduras, sujidade, infiltrações, desgastes em cerâmicas e reboco, entre outros defeitos.

Isso porque cada parte da fachada é filmada de maneira minuciosa, de modo que não escapem nem os mínimos danos na estrutura.

A análise torna-se, portanto, mais assertiva mo estabelecimento de soluções para os problemas encontrados.

Além disso, as imagens em alta resolução podem ser utilizadas para a criação de um histórico da fachada, para fins de acompanhamento do desgaste da estrutura.

Outras duas vantagens da inspeção de fachadas realizada com drones são seu custo reduzido e a agilidade com que o procedimento é realizado.

De fato, nesse caso, tornam-se desnecessárias a utilização de EPI’s, de cadeiras suspensas e outros equipamentos.

A depender do tamanho do prédio e das condições de sua estrutura, a inspeção de fachadas com drones pode ser realizada em um único dia.

 

Após o drone…

 

Depois de realizado o mapeamento completo da fachada, é preciso que o engenheiro contratado pelo administrador do prédio elabore um laudo técnico.

É importante salientar que esse profissional deve ter registro no CREA. Deve-se ainda contar sempre com empresas especializadas nesse tipo de procedimento.

Tais empresas devem oferecer drones adequados à tarefa e contar com operadores habilitados.

Nesse artigo, indicamos algumas vantagens de se utilizar drones para inspecionar fachadas, apresentando algumas dicas de como se pode realizar esse procedimento. Falamos ainda da importância das inspeções periódicas de fachadas.