Os drones são menos recentes do que muitos pensam. A questão é que hoje em dia eles estão sendo bem mais usados para otimizar os serviços de empresas em áreas diversas, como segurança do trabalho, manutenção preventiva, inspeção industrial, etc.

Neste post, explicaremos melhor quais eram as utilizações clássicas do drone e quais são as suas novas aplicações. É interessante aprender sobre as mudanças em suas funções para compreender como essa tecnologia evoluiu.

 

Quais eram as primeiras aplicações do drone?

O drone começou a ser utilizado durante a segunda Guerra Mundial, para realizar funções que arriscavam as vidas dos soldados, como o reconhecimento e o mapeamento de território. Algumas vezes, eram usados até para ataques remotos.

No entanto, o modelo de drone que conhecemos hoje foi criado pelo engenheiro israelita Abe Karem, que achava um absurdo tantas pessoas precisarem controlar o drone de longe. Por ser mais prático, ele ganhou muito espaço.

Esse modelo começou a ser utilizado principalmente para tirar fotos, filmar locais e monitorar regiões. A indústria do entretenimento sempre foi uma grande fã dos drones, aplicando-os em suas publicidades, filmes, videoclipes, entre outros.

Podemos dizer que antigamente (e olha que nem faz tanto tempo assim) o drone fazia apenas o papel de observador, ou seja, ele não interferia na cena em si, apenas passava informações, gravava vídeos e tirava fotografias.

Felizmente, com o avanço tecnológico nos modelos de drones, eles passaram a ser muito mais ativos e eficazes em diversas atividades industriais. Para você ter uma ideia, grandes empresas, como a Amazon, já realizam teste para realizar entregas com o equipamento.

Quais são as novas aplicações do drone?

A cada dia, as empresas estão utilizando os drones em tarefas mais diversas que você possa imaginar. Além de realizar fotografias e vídeos, eles também são muito explorados nas aplicações que citaremos a seguir.

Segurança do trabalho: esta é uma de suas principais funções atuais. O drone pode realizar tarefas que seriam perigosas aos seres humanos, como investigar algo em um local de difícil acesso ou com uma altura muito elevada. Esta aplicação tem se mostrado útil para evitar acidentes e melhorar as condições de trabalho. Aqui, podemos mencionar as suas maiores utilizações para a segurança do trabalho:

  • Inspeção industrial – pode imaginar quantos acidentes já ocorreram por falta de equipamento adequado na hora de inspeções em locais perigosos? A inspeção industrial com drones não apenas evita que os funcionários tenham que adentrar ambientes arriscados, como proporciona a prevenção de outros acidentes, já que fornece informações de inspeção sobre a área.
  • Manutenção preventiva – outra grande função relacionada à segurança do trabalho é a manutenção preventiva. A empresa pode se beneficiar muito na hora de realizar manutenções sem precisar estar presente, ou seja, o funcionário pode controlar as ações do drone para que tudo ocorra corretamente sem que ele precise estar na área correndo algum perigo. O mesmo vale para a manutenção preditiva.
  • Boas ações: algumas empresas, ONGs ou órgãos de governos também utilizam os drones para realizarem ações benéficas a pessoas em condições precárias. É possível fazer entregas em áreas de risco, levar internet para regiões indisponíveis e até fazer resgates de indivíduos em situações emergenciais, como furacões, enchentes, etc.

De uma forma ou de outra, os drones estão sendo aplicados na Agricultura e Pecuária, na Indústria Eólica, na Publicidade, na Construção Civil, na Segurança Pública, entre outros locais.

Quer saber mais sobre a história dos drones? Clique AQUI e verá como a sua evolução está apenas começando.

O que achou dessa comparação entre as funções antigas e novas? Acha que seus negócios precisam de drones? Não perca tempo!