Procedimento é a descrição estruturada de como uma tarefa deve ser realizada para garantir que o resultado final seja sempre o mesmo. Embora bastante conhecido no mundo industrial, o procedimento operacional ainda é tema de muitas discussões quanto ao modelo mais adequado e a efetividade de sua aplicação.

Algumas metodologias como TPM (Total Productive Maintenance) e WCM (World Class Manufacturing) abordam em vários momentos a importância e os cuidados na criação de procedimentos. Também existem normas como a API 770 que trata de confiabilidade humana e recomenda o uso de procedimentos e check list como forma de mitigar erros humanos. Ainda falando sobre este tema, quase todas as normas regulamentadoras brasileira também tratam de alguma forma a necessidade de bons procedimentos. Como exemplo e corroborando ainda mais com a importância deste assunto, a norma de NR-12 – Segurança no trabalho em máquina e equipamentos – que vem sendo muito discutido ultimamente, fornece bastante informações e cuidados necessários para a elaboração de um bom procedimento.

A qualidade deste documento de nada serve, no entanto, se não for divulgado e não chegar no executor da atividade. Essa divulgação acontece por meio de treinamentos com os envolvidos e devem ocorrer no momento que o trabalhador irá começar uma nova função, quando houver alterações no procedimento ou ainda, realizá-lo de forma periódica promovendo uma reciclagem do conhecimento e evitando que seu conteúdo caia em esquecimento.

Deve-se prever no seu desenvolvimento e durante a aplicação do treinamento, o cenário de “caos”, ou seja o momento que o executor estará sob grande pressão quanto ao tempo da conclusão da tarefa, quando houver fatores externos como temperatura muito alta ou muito baixa ou até mesmo a falta de material ou matéria prima para a conclusão da atividade. Nestes momentos os procedimentos tendem a serem esquecidos ou são criadas diferentes interpretações sobre o que está descrito.

Procedimentos com recursos visuais podem ser mais efetivos

Uma solução que vem sendo utilizada por algumas empresas é adoção de imagens ao invés de longos textos explicativos. Este tipo de artifício reduz consideravelmente diversos problemas dos modelos tradicionais, dentre eles: reduz a chance de múltiplas interpretações, fixa melhor os detalhes da tarefa na memória e quando há a necessidade de ser consultado, as informações são encontradas mais rapidamente. No entanto, tipos de imagens diferentes trazem resultados diferentes. No artigo “Confiabilidade humana: a importância da gestão visual nos procedimentos de manutenção” nota-se que algumas atividades da área industrial os desenhos possuem um melhor resultado do que fotografias. Agora, quando se trata de um procedimento para uso de algum programa de computador as fotografias reais da tela são mais efetivas do que desenhos.

Otimização de procedimentos com utilização de imagens 3D

Com o avanço da tecnologia e com a comprovação do aumento eficiência nas atividades com o uso de bons procedimentos, algumas empresas estão investindo em imagens com modelos 3D e em alguns casos já estão estudando o uso da realidade virtual para treinamento dos procedimentos. Este tipo de imagem é uma das mais efetivas pois é apresentada exatamente da mesma forma que o ser humano está acostumado a enxergar o mundo, ou seja, em três dimensões.

As imagens para este tipo de procedimento, quando aplicado em áreas externas como rotas de fuga, acesso a lugares altos como telhados, torres e caixa d’água, pode ser facilmente obtidas com precisão e segurança utilizando drones. Estas imagens em 3D auxiliam na memorização de pontos de referencias que ajudam mesmo nos momentos de situações anormais.

Para ambientes internos a criação desses procedimentos pode ser mais difícil mesmo havendo 3 formas de produzi-los. O primeiro modo é o fabricante da máquina, equipamento ou instalação fornecer os desenhos em 3D ou os procedimentos já prontos. A segunda é utilizar scanners 3D para modelar todos os itens que irão compor o procedimento. A terceira é aplicado quando não é possível acessar o local, neste caso o modelo deve ser criados a partir de desenhos 2D. No segundo e no terceiro caso a aplicação poderá ficar inviável para procedimentos complexos

Como foi visto, os procedimentos são essenciais para se obter uma tarefa padronizada e eficiente. Muitas normas e metodologias ajudam a elaborar e aplicá-las de forma adequada. O uso de imagens garante melhores resultados, sendo que cada tipo de atividade possuí um modelo de imagem que melhor se adapta. O uso de imagens em 3D é o futuro dos procedimentos em qualquer área. O uso de drones já permite criar imagens para os procedimentos em locais de abertos e de difíceis acessos com qualidade, segurança e rapidez tornando uma valiosa ferramenta para se agregar na rotina das indústrias. Para equipamentos complexos e em locais internos, os procedimentos em 3D ainda estão um pouco distantes da maioria das empresas devido a dificuldade de elaboração, a não ser que fabricantes forneçam as imagens ou os procedimentos já elaborados.